AGROFRATER

Mato Grosso busca financiamento no BNDES para antecipar obras da BR-163

Projeto deverá ser apresentado ao BNDES até o final de maio; estado já investiu mais de R$ 1,6 bi na BR-163 em um ano

Por Kariane Guerra em 09/05/2024 às 15:50:10

Foto: Mayke Toscano Secom-MT

O governo de Mato Grosso busca junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um financiamento para antecipar o cronograma das obras da BR-163. O estado possui até o final de maio para apresentar projeto.

O governo de Mato Grosso assumiu no dia 4 de maio de 2023 o controle acionário da concessionária Nova Rota do Oeste, responsável pela administração da concessão do trecho de 850 quilômetros da BR-163. Em um ano a rodovia recebeu investimentos de superiores a R$ 1,6 bilhão em obras de duplicação e recuperação.

"Estamos pleiteando junto ao BNDES um financiamento para que nós possamos finalizar e acelerar todas as obras nessa importante rodovia para Mato Grosso", pontuou o governador Mauro Mendes, em reunião com o presidente da Instituição nesta quarta-feira (8) em Brasília (DF).

Espinha dorsal da agricultura

Durante o encontro, o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, salientou que a orientação do presidente Luís Inácio Lula da Silva "é tratar de forma republicana os entes federados".

Ele destacou ainda que os projetos voltados para a BR-163 são importantes para o Brasil, pois "é uma espinha dorsal da agricultura brasileira e da economia do estado".

"É uma estrutura logística essencial. Quanto melhor o tráfego mais segurança na vida, menos poluição, mais produtividade na economia, mais negócio, emprego, mais salário. Então, estamos dando absoluta prioridade".

Ainda conforme o presidente do BNDES, o governo de Mato Grosso deve até o final de maio apresentar o projeto de investimento, para que o mesmo seja analisado.

"Em dois meses nós vamos devolver, porque é um projeto que precisa de criatividade. Vai ser um projeto inovador. Nós vamos fazer e duplicar a BR-163 e dar um salto de qualidade na economia não só do estado, mas eu diria do agro do Brasil".

Fonte: Canal Rural MT

Comunicar erro
WHATSAPP
stine

Comentários