AGROFRATER

Alta do dólar impulsiona comercialização de pluma em MT

Dados com Imea mostram que até junho 63,92% da pluma, que está sendo colhida, já havia sido vendida

Por Kariane Guerra em 10/07/2024 às 08:56:05

Foto: Fundação MT/divulgação

A comercialização da pluma 2023/24 atingiu 63,92% da produção prevista. Na variação mensal, isso representa um avanço de 3,07 pontos percentuais motivado pela valorização do dólar, que impulsionou as cotações da fibra.



A pluma negociada em junho pelos cotonicultores mato-grossenses foi comercializada a um preço médio de R$ 132,36 a arroba, elevação de 0,86% no comparativo mensal, conforme o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecu√°ria (Imea).

Apesar do avanço mensal, quando comparado com as vendas da safra 2022/23 em junho do ano passado, estas se encontravam em 70,15%. J√° a média histórica é de 76,16%.

Em relação à safra 2024/25 as negociações alçaram 18,75% da produção estimada. Na variação mensal houve um avanço de 4,74 pontos percentuais, com preço médio de R$ 135,85 a arroba. Uma valorização mensal de 7,70%.

Apesar de tal avanço mensal, as vendas da safra futura seguem atrasadas ante os 21,69% da 2023/24 no período analisado e da média histórica de 33,69%.


Segundo o Imea, as negociações tanto da safra 2023/24 quanto da 2024/25 seguem atrasadas, "uma vez que, apesar do aumento nas cotações do algodão, os preços continuam em baixos patamares. Por fim, com a maior oferta de pluma no estado, devido à colheita da safra 2023/24, os preços tendem a exibir tend√™ncia baixista, o que pode limitar novas vendas neste período".


Fonte: Canal Rural MT

Comunicar erro
WHATSAPP

Coment√°rios