AGROFRATER

Vendas de soja em Mato Grosso são "impulsionadas" pela alta no dólar

Avanço na variação mensal da soja foi de 6,44 p.p., contudo o resultado seguiu abaixo da média dos cinco anos de 86,78%

Por Kariane Guerra em 09/07/2024 às 16:00:51

Foto: Pedro Silvestre/Canal Rural Mato Grosso

Em junho as vendas da soja 2023/24 alcançaram 84,34% da produção em Mato Grosso. O crédito para o avanço de 6,44 pontos percentuais na variação mensal é a alta do dólar frente ao real.



No sexto mês de 2024 a saca de 60 quilos de soja ficou cotada em média a R$ 121,19, valorização de 3,24% em relação a maio, segundo relatório do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Ao se comparar com as negociações do ciclo passado nesta época, a comercialização da atual temporada está 4,83 pontos percentuais à frente.

Entretanto, em relação à média dos últimos cinco anos ainda segue atrasada. A média para o período é de 86,78%.

Soja 2024/25 também avança

No que tange às negociações antecipadas da safra 2024/25, cujo plantio começa em setembro, também houve avanço em junho. De acordo com o Imea, as vendas chegaram a 20,17% da produção estimada, aumento de 3,66 pontos percentuais em relação a maio.

Tal resultado foi pautado pela necessidade dos produtores em travarem os custos para o próximo ciclo. Em junho o preço da saca futura da soja ficou cotada em média a R$ 108,05 no estado.


A comercialização, salienta o Instituto, está à frente da safra 2023/24, que nesta época do ano passado estava em 17,55%, porém atrás da média dos últimos cinco anos de 29,66%.


Fonte: Canal Rural MT

Comunicar erro
WHATSAPP

Comentários