AGROFRATER

Soja segue estável na manhã de 3ª feira na Bolsa de Chicago e monitora nova safra dos EUA

USDA elevou a classificação das lavouras e clima favorável é esperado para o Corn Belt

Por Kariane Guerra em 09/07/2024 às 09:03:12

Foto: Canva

Depois das baixas intensas da sessão anterior, os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago operam com estabilidade nesta manhã de terça-feira (9), mas ainda do lado negativo da tabela. Os vencimentos mais longos continuavam a registrar as perdas mais fortes, com o agosto sendo cotado a US$ 11,47 e o o novembro - referência para a safra dos EUA - com US$ 10,93 por bushel.


O mercado sente a pressão de uma ligeira melhora nas lavouras norte-americanas que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe no final da tarde de ontem, com o índice de campos em boas ou excelentes condições passando de 67% para 68%. Os traders, no entanto, apostavam em uma manutenção dos números.

O clima previsto para os próximos dias no Meio-Oeste americano também traz condições favoráveis para a continuidade do desenvolvimento da safra 2024/25, o que mantém os mercados pressionados. Além disso, a demanda lenta pela soja americana também pesa.


Os preços do óleo de soja também têm forte baixa nesta terça-feira, enquanto o farelo opera com estabilidade depois das perdas fortes do dia anterior.


Fonte: Notícias Agrícolas

Comunicar erro
WHATSAPP

Comentários