AGROFRATER

Colheita de algodão segue ritmo lento e passa de 2% da área em Mato Grosso

Região nordeste do estado é a mais adiantada nas lavouras de algodão com 12,59% da área colhida, destaca relatório do Ime

Por Kariane Guerra em 08/07/2024 às 15:58:37

Foto: Jefferson Aleffe/Marca Comunicação

Ao contr√°rio do milho, o ritmo nas lavouras de algodão em Mato Grosso segue ainda um pouco "devagar". Em tr√™s semanas apenas 2,42% da √°rea semeada foi colhida.



Nesta época, na safra 2022/23 os cotonicultores j√° haviam colhido 3,20% da √°rea, de acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecu√°ria (Imea). A média dos √ļltimos cinco anos é de 7,29% para o per√≠odo.

A perspectiva é que os trabalhos ganhem velocidade em julho e agosto, como j√° relatado ao Canal Rural Mato Grosso pelo superintendente do Instituto, Cleiton Gauer.

Algodão avançado no nordeste

Conforme o levantamento de colheita divulgado na sexta-feira (5), 12,59% da √°rea de algodão na região nordeste do estado se encontrava colhida. J√° na região sudeste 3,60% e no centro-sul 3,08%.



As regiões noroeste e oeste surgem em seguida com 1,44% e 1,08% de suas respectivas √°reas, enquanto o médio-norte ainda est√° aquecendo os motores das colheitadeiras com 0,84%.

Fonte: Canal Rural MT

Comunicar erro
WHATSAPP

Coment√°rios