AGROFRATER

Mato Grosso segue com números altos em exportação de carne bovina

China foi a principal compradora com participação de 41,82% do volume exportado no primeiro semestre

Por Kariane Guerra em 10/07/2024 às 15:09:37

Foto: Canal Rural Mato Grosso

Apesar da redução ante maio de 16,07%, as exportações de carne bovina oriunda de Mato Grosso seguem aquecidas. Em junho, o estado enviou para o mercado externo 57,33 mil toneladas em equivalente carcaça (TEC) de proteína bovina. O volume é considerado o maior j√° registrado para o m√™s, superando, inclusive, o recorde de 56,91 mil toneladas de 2023.



Os números são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) e trazidos pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecu√°ria (Imea) em seu boletim semanal da bovinocultura.

Somado aos volumes embarcados entre janeiro e maio, o saldo de junho proporcionou ao estado recorde na série histórica, levando o primeiro semestre de 2024 a registrar o envio de 348,85 mil TEC para o mercado externo.

No mesmo período do ano passado haviam sido 275,67 mil TEC.

Conforme a Secex e o Imea, a China no primeiro semestre seguiu como líder nas aquisições de proteína vermelha mato-grossense com participação de 41,82% no volume exportado, apesar do recuo de 11,88 pontos percentuais em participação ante 2023.



Outro destaque no semestre foram os Emirados √Ārabes, que t√™m apresentado força nas compras, com participação de 14,36% no mesmo período, aumento de 10,50 pontos percentuais, quando comparado ao primeiro semestre do ano passado.

A expectativa para o segundo semestre de 2024, pontua o Imea, é que "as exportações continuem em alto patamar, uma vez que sazonalmente o volume exportado no segundo semestre tende a ser maior que o primeiro semestre".

Fonte: Canal Rural MT

Comunicar erro
WHATSAPP

Coment√°rios